domingo, 22 de junho de 2008

Cheguei em Israel na casa de Aissefia














Vamos às fotos, em ordem: na primeira estamos eu, Guida, Vania, Pe. Elia e Lúcia na festa de despedida feita na casa da mamãe dia 17 de junho. O que foi muito legal é que pessoas que não se viam há muito tempo tiveram oportunidade de se encontrar por conta da desculpa da despedida. Agredeço muito a Deus pelo dom dos amigos e pela festa que foi jóia mesmo!
Gente amiga, gente de casa, de Fortaleza, da Católica, quanta saudade e quantas novidades! Eu cheguei em Aissefia, em Israel, na sexta-feira, dia 20, depois de uma longa mas tranqüila viagem porque o vôo da Alitália estava vazio e todos os passageiros puderem se espichar em poltronas de três lugares e dormir bem. O calor daqui gira nos 35 graus mas é bem seco, bem desértico, dizem os moradores. Devia ter trazido litros de hidratante para o rosto e para o corpo. Ontem me encontrei com o bispo, Eias Chacour, que me foi muito acolhedor e simples. Conversamos em inglês e ele me disse que quem trabalha na Cúria faz parte de uma grande família. Ufa! de certa maneira passei neste primeiro teste do primeiro encontro. Terei esta semana para aprender o funcionamento do escritório e dos outros funcionários, já que ele passará uma semana viajando para os EUA. Portanto vida nova a partir de amanhã. Agradeço a todos pelas orações e peço que continuem nesta nova fase. Hoje, na minha primeira missa melquita lembrei-me de todos os amigos e familiares e como eu não entendi uma palavra sequer, a não ser Cristo que é Masir, deu tempo de interceder por todos. Mas nem chorei, porque são novidades demais! O rito é bem diferente e os paramentos e ícones deixariam qualquer amante de arte sacra de água na boca, e olha que a vila onde estamos tem por volta de 12 mil habiantes, somente. Estou muio bem instalada pois a casa da comunidade é grande e simples e me deram um quarto com suíte. Minhas coisas já estão arrumadas. Os irmãos da comunidade são muito acolhedores e alguns já falam bem o árabe como a Lorena e o Tennessee. Os demais se viram. As frutas da época agora são o damasco e as cerejas, absurdamente doces e deliciosas, isso sem contar os docinhos árabes que a gente compra no Habib's daí e que aqui são servidos como bolacha de água e sal, ou seja, a toda hora e por qualquer motivo. As pessoas dão sorridentes, afáveis e acolhedoras, barulhentas também. Fezem-me lembrar a Ana Silvia pois tudo é motivo para se oferecer comida! A cidade é toda meio da mesma cor de areia, as construções parecidas e nas casas se aglomeram as gerações das famílias. É meio suja mas absolutamente segura. Haifa mesmo só vi de longe, mas amanhã poderei ir lá com calma por causa do trabalho que será das 8:30 às 15:30, direto, com um short brake para a merenda. Já visitei o asilo que fica aqui do lado da casa onde fica a comunidade e além de conhecer os idosos e funcionários, descobri que podemos usar a sala de fisioterapia que tem uma esteira para fazer exercício. O bom é que a sala fica no alto com um janelão onde se vê a Galiléia (chic não?). Aissefia, que é uma vila, se situa no monte Carmelo, mas eu ainda não fui ao carmelo mesmo. Fazer exercício e ainda ver uma paisagem deslumbrante é delicadeza de Deus mesmo. Depois escrevo mais e conto mais notícias. Vou tentar anexar todas as fotos da festa de despedida que a Zezé me mandou. Um beijo para cada um. Também minhas orações. Shalom,
Elena / Ena

7 comentários:

Felipe Almeida disse...

\o/ prometor ser um leitor assíduo!

Jose Nilson disse...

Deus a abençará e a conduzirá nessa nova missão, como tem feito em todas que lhe confiou.
Um grande, saudoso e grato abraço.
José Nilson

Carmen disse...

Oi, Elena. Seu blog está muito bem feito. Capricho seu, né? Espero e desejo que tudo corra bem e que o Nome de Deus seja glorificado por causa disso.
FELIZ MISSÃO!
PAZ E BEM!
Carmen Máximo

Soraya Gomes disse...

Ena,
Que pena que vc partiu e não nos encontramos mais. Mas saíba que tenho uma imensa admiração por você e sei que Deus consuzirá os passos seus. R quando estamos em terras "santas" a graça de deus super abunda. Amei sua iniciativa do blog...só assim a distância "parece" não ser tão grande assim. Tenho três palavrinhas que tem sido meus rhemas nestes últimos anos e comportilho com você: CORAGEM, CALMA E CONFIANÇA. Fica no coração d' Aquele que te ama. Abraços aos irmãos da missão. Com carinho, Soraya Gomes

Angela disse...

Nossa, podes ver a Galiléia...Beijão Elena ;)

Gerard disse...

Elena, visitei su blog, mas nao da tempo agora para fazer um comentario. Deixarei para um momentomais folgado.... Mas esta da para voce saber saber que estou bloggado. Beijo ate mais tarde.

katia cilene disse...

olá Elena !
Estou visitando o seu blog quando tenho um tempinho, pois estou trabalhando muito. E quanto a minha saúde estou melhor, e fiel a Deus.
Sua familia é linda, parabens.
Estou de saida para o hospital, beijos pra todos de Israel.
Shalom!!