segunda-feira, 20 de maio de 2013

Esse amor de Deus...o batismo de um judeu.

Pois é... estou em Israel mais uma vez para duas grandes festas: uma aconteceu ontem, na vigília de Pentecostes: o batizado do Steven, e a outra acontecerá essa semana que é um casamento na missão de Haifa. É uma alegria sem medidas estar aqui mas o testemunho como vim parar em Israel mais uma vez fica para um próximo texto. Quem é o Steven? É o sentado à esquerda, um judeu canadense que se aposentou e resolveu mudar de vida vindo para Israel. Mal sabia ele que sua vida mudaria tão radicalmente: ontem ele tornou-se cristão, filho de Deus e da Igreja, recebeu a salvação e a presença do Deus uno e trino para sempre em sua alma. Foi inundado do Espírito, do Shalom do Pai e o abraço eterno do Pai que o levou para casa. Alegria, alegria! Eu e o Eran fomos os padrinhos com muita honra. Essa foto foi tirada semana passada numa missa durante a semana na velha casa que faz vez de capela e acolhe os católicos de língua hebraica que vivem em Haifa. 


Depois da foto aos pés do quadro de Nossa Senhora saimos para jantar em um restaurante japonês e chinês que eu nunca tinha ido, bem pertinho da Pastoral. Delícia de comida, noite maravilhosa de fraternidade entre nós. Quatro mosqueteiros do Senhor Jesus!

Noite de sábado, vigília de Pentecostes, 18 de maio de 2013. O Steven está muito, muito tenso e emocionado. A gente brinca com ele para descontrair, a missa vai começar e nós testemunhas mais que felizes pelo nosso papel. Como eu conheci o Steven? Quando comecei a estudar o hebraico em 2011. Talvez uma das experiências mais frustrantes e humilhantes de toda a minha vida mas que me rendeu uma amigo e uma alma atraída para Jesus. Sofreria tudo de novo para poder dar esse fruto tão maravilhoso de evangelização para o Senhor: um judeu batizado! Aos poucos o Espírito Santo o foi atraindo o Steven e deu no que deu: ele se apaixonou por Jesus e tudo o que diz respeito a Ele, incluindo a Igreja. Deus é absolutamente atraente. Claro que não o evangelizei sozinha. Eu fisguei o grande peixe - sempre amei os judeus e a cultura hebraica - pela amizade sincera e o testemunho muito despretencioso de vida. Também comecei a interceder e o convidei para participar da Semana Santa no rito católico melquita - acho que peguei pesado mas o Steven aguentou o tranco. Depois ele conheceu a comunidade Shalom, foi fazend0 amizade com todos, viajamos juntos para Pentecostes em Jerusalém e ele recebeu oração e  foi tocadíssimo pela graça de Deus. Depois passou a ir à missa na Pastoral Hebraica e com a desculpa de aprender e usar a língua foi se tornando membro da kehilla (comunidade em hebraico) e depois de um seminário de vida no Espírito que fizemos juntos ele tomou a decisão: quero ser católico. Foi conversar com o Pe.Roman que começou a lhe dar o kerigma e a catequese e ontem foi o resultado de todo esse belíssimo trabalho do amor de Deus: mais um coração que conhece de onde veio e para onde vai. Mais uma alma esposa amado a amante do Senhor Jesus.

Hora das respostas do credo e da renúncia ao maligno. Imagino a festa no Céu a alegria do coração do Pai por poder viver plenamente no coração desse seu filho criado por amor e para o amor em Jesus... O Steven um eleito do Senhor duas vezes...

A hora do batismo em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.
Quanta emoção, quanta gratidão! 


 As rosas lindas e bem vermelhas: o fogo do amor que era renovado no coração de todos.

 No fim da festa: tudo estava consumado :-) O sorriso já era mais leve e feliz! 

As flores de Nossa Senhora para enfeitar a noite: tanto as meninas quanto as nascidas na terra. Stella brincando com a Yara para variar um pouco :-)


 Todos juntos abraçando e nos alegrando com o Steven. Noite de muita alegria e gratidão!


 Com Viviane e Victor que se casam essa semana no dia 23.

 Com o padrinho Eran


Com Miryam que preparou todas as músicas para a celebração e tem um carinho grande pelo Steven. Podia dar samba...mas isso só Deus sabe.

Quem entende o gesto entende, quem não entende eu explico depois. Feliz Pentecostes! 
Que o Deus da vida e do amor nos sustente até o fim bem perto dele.

Um comentário:

Yaheli Berlinski disse...

Olá Elena,
Te add no Facebook. Gostaria de te fazer algumas perguntas. Vou falar com Padre Roman, aqui em Nazaré, na segunda-feira, mas se puder conversar comigo antes, ficaria muito feliz.

Um grande abraço.
Yaheli