quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Chegando e Saindo

Pois é, mal cheguei da Reciclagem e já vou viajar de novo. Não escrevi antes, e o faço agora rapidamente do trabalho, porque mais uma vez a chuva e o vento cairam fortes e os telefones e a internet de Isifya estão cortados.
A Reciclagem aconteceu na Abadia Trapista de Latroun que fica a aproximadamente 20 km de Jerusalem e é um lugar privilegiado pela beleza, pelo toque dos sinos desde às 3 da manhã para Matinas, e pela produção de vinho. Éramos dez pessoas das duas casas de Israel e aproveitamos todos os mimos e agrados que Deus nos deu. E foram muitos e de toda sorte: vinho em todas as refeições e muito queijo, mel, manteiga de verdade (esta foi para mim!), e alforria da cozinha por 10 dias (para todos!). O ambiente propício à oração e os quartos duplos, simples e aconchegantes nos ajudaram e muito a entrar mais longa e calmamente na Presença do Senhor tanto indivual quanto comunitariamente, e a estreitar os laços da fraternidade.
Foram ricas e especiais as Lectio Divinas feitas em conjunto e a oração comunitária de louvor após o jantar, na alegria carismática e libertadora do Espírito Santo, curou os corações. O tema foi a Teologia do Corpo e a Castidade assuntos tão caros ao Papa João Paulo II e tão necessários para a vivência salutar do mistério que cada um é como corpo e alma, e tudo o que implica e que diz respeito a esta parceria que nos faz íntegras pessoas humanas. Bendito seja Deus por todo esforço dos irmãos e irmãs, muito especialmente da Assessoria de Formação, mais os bem-amados Moysés e Emmir que nos enriqueceram com a sabedoria e unção que transborda de seus poros e almas-esposas.
Como escrevo do trabalho não tenho como postar fotos agora mas o farei depois. Só sei que a Reciclagem me preparou de um modo particular para a missão que me espera na Nigéria, na África entre os dias 22 a 1 de fevereiro. A Maria Emmir foi convidada pelo Pe.Christopher que a conheceu no retiro mundial de sacerdotes em outubro último em Ars na França, para pregar um retiro para os seus paroquianos em janeiro, como ela não poderia mais comparecer, convidou-me a substitui-la por conta do inglês e por sentir que era essa a vontade de Deus. O susto foi grande mas a alegria também, sem falsa modéstia, pois a Palavra de Deus é doce para mim e não há maior satisfação do que partilhar as experiências de luta e vitória, de quedas e soerguimentos, de busca e de encontro com a Verdade que ilumina tudo, enfim, que tenho passado e experimentado vida afora. Sou uma pessoa que conhece na carne e na vida e fidelidade e a misericórdia de Jesus e disso posso falar.
Claro que estou ansiosa com o desafio de andar sobre as águas mas como fui enviada, vou como corpo e caminho na obediência e, portanto, não tenho dúvida de que a misericórdia e o poder do Senhor se manifestarão e me surpreenderão. Me preparei em oração como humildade e inteligência, procurando ler o que o Santo Padre tem dito sobre a Igreja da África, lugar de esperança chamada a ser sal da terra e agora, da minha parte, caminho na fé e no amor. Sei que aprenderei muito também.
Peço oração dos amigos e da família para que somente a vontade do Senhor se manifeste. Para que eu consiga me comunicar adequadamente e também entender o sotaque inglês nigeriano e possa ser um canal de amor para as pessoas. Será uma missão para toda a paróquia, pois o pároco faz cinco dias de retiro aberto duas vezes por ano todos os anos, e Pe.Christopher me pediu que falasse sobre a oração e os desafios da vivência da fé nos dias atuais...
Não vou só mas ainda estamos na espera de que o visto para que a Solange da missão de Madagascar seja dado e ela possa me acompanhar. É uma burocracia e guerra espiritual literalmente infernais... mas somos bons na luta com a graça de Deus e a intercessão da Virgem Santíssima. Solange só fala francês e malgashe que é a língua mãe de Madagascar, mas a gente traduz o seu testemunho do português para o inglês. O importante é deixar brilhar a fidelidade e o amor do Senhor através da nossa partilha de vida e de missão como mulheres consagradas no Carisma Shalom. Era só isso por hoje. Tentarei dar notícias frequentes no blog para que muitos possam acompanhar, seja em Israel, seja no Brasil. E eu que nunca pensei que fosse conhecer a África!...
Shalom!

5 comentários:

Anônimo disse...

Oi Elena!!!
q Deus abençoe vc!!!

shalom!!!

Anônimo disse...

Oi Elena!!!
q Deus abençoe vc!!!

shalom!!!

Raiane
Petrolina-PE

Clara Arreguy disse...

Boa viagem, minha irmãzinha! Que ela sirva pra te enriquecer ainda mais de tantos dons.

Rilene disse...

Estou feliz por vc ter saído tão enriquecida da reciclagem, percebe-se no que escreveu. Já estou rezando pelo exito da sua missão na África, com toda certeza o Espírito Santo atuará através de suas palavras. Você é uma pessoa que transmite Deus por suas palavras e atitudes, acredito firmimente na ação do Espírito em vc. Lembra quando lhe convidei para o retiro dos jovens em Barreira-CE quando nem lhe conhecia? Foi uma inspiração.

Anônimo disse...

amiga querida Elena,

Hugo e eu temos certeza de que será uma bênção este retiro.
Que o Senhor continue ungindo-a poderosamente.
Boa viagem!
Continuaremos acompanhando sua missão.