segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Domingo - Segundo Dia

Foi impossivel escrever ontem porque o retiro comecou. E' uma experiencia muito nova ser o centro das atencoes e ter que estar atenta no Espirito, na caridade, na modestia, com tudo que se fala, comenta, expressa pois as pessoas querem agradar e, simultaneamente, estou em missao, ou seja, estou aqui para servir a Deus nas pessoas e do jeito que Ele quiser e nao para ser servida. Tenho aprendido demais.
Participei de 4 missas ontem: 6, 8:15, 10:30 e a ultima no retiro 'as 19h. O Pe.Christopher queria que no final de cada missa eu me apresentasse e convidasse os paroquianos para a semana de retiro. Venci o primeiro desafio mesmo ouvindo o coracao acelerado cada vez que me levantava do banco onde estava sentada, e me dirigia para a frente do altar, de microfone em punho para dar umas palavrinhas. As quatro missas foram uma oportunidade impar de interceder e rezar do melhor jeito que existe, participando da celebracao Eucaristica, pelo povo, pelas palestras, para que nada interferisse na vontade de Deus.
Pensei demais nos artistas musicos da Comunidade e da familia pois o canto da assembleia e' lindo demais. Uma grande quantidade de baritonos e baixos de dar inveja a qualquer ministerio de musica e a assembleia em peso canta e danca. O movimento do corpo e o erguer as maos e' natural. Houve a missa mais solene com coral e outras alternando coral e ministerio de musica mas livre. Parecia um festival de reggae. Coisa mais linda o Santo, o Credo cantado... As roupas dos homens e das mulheres e' o que ha: coloridas, umas batas imensas e as mulheres de saias compridas com uns turbantes enrolados na cabeca, lindos, lindos. Da para entender de onde nasceram as roupas das baianas no Carnaval.
Pediram-me que na igreja e quando fosse falar que eu cobrisse a cabecanem sinal de respeit. Me arranjaram um lenco preto e estou me virando com ele. Agora entendi porque meu cabelo vermelho fez tanto sucesso... Em todas as fotos aparecerei de lenco na cabeca. Vou ver se aprendo com a Chichi e a Ifii a dar uns no's bem bontios... Ate agora tem sido uma luta pois o lenco escorrega, a cabeca molhada de suor, mas tudo e' oferta e grande alegria.
O retiro em si e' um mini halleluya, na verdade, uma grande arena aberta ao ar livre. Tivemos o terco e depois minha primeira pregacao. Correu tudo bem apesar do grande desafio das pessoas estarem muito distantes, fisicamente falando e eu nao poder ver os rostos. Tudo esta' sendo filmado. Falei sobre Gen 3 e a grande pergunta do Senhor a Adao, a primeira palavra de Deus proferida na Bilblia, em busca de seus filhos amados, Adao e Eva: Onde estas? Tambem atendi algumas pessoas, rezando por elas. Deus tem sido fiel e bom e tem dado a uncao necessaria para derramar o Seu Amor e a Cura que vem de sua Presenca em seus filhos.
Ainda nao como o bendito fufu. Eles nao deixam, parece que tem medo que eu fique doente, ou estranhe, sei la'. Repetem: amanha, amanha... O presente desta noite passada e' que a luz nao apagou e eu dormi a noite inteira. Mas o maior presente de todos e' servir 'a Palavra do Senhor, a Ele mesmo. Dia a dia a graca do Senhor tem sido derramada e eu agradeco pela intercessao de cada um.
Se nao tivesse duas pessoas aqui ao meu lado esperando que eu termine esta mensagem eu escreveria muito mais... ate' amanha se Deus quiser.
Shalom! Shalom!

3 comentários:

Clara Arreguy disse...

Um trabalho não só santo, como de profundo espírito humanitário. Amor a Deus e ao homem, essa pobre carne fraca e linda.
Que bela missão, minha irmãzinha. Se cuida! Parabéns! Beijo grande!

Anônimo disse...

Que bom que está partilhando conosco Elena!
Que o Espírito Santo te ilumine.

Shalom!!
Raiane

Lorena disse...

Amiga... vc faz falta demais aqui!!! Estamos rezando sempre pela missão aí e aguardando toooooodas as novidades! Gde bjo. Q o Senhor te guarde e sustente.