quarta-feira, 28 de abril de 2010

Por trás dos bastidores e o Iraque

Intervalo de ensaio no Centro de Evangelização em Haifa, do 'Canto das Írias' que será apresentado no Halleluya. Praticamente todos de casa entraram na dança e viraram írias, Danko, Verdade... O rapaz de trás, Elias, que é da Obra, fará o papel de Jesus e o Homem será o Maroun, jovem de 17 anos de Nazaré, divertido, agitado, sabe dançar salsa e parece animado mesmo que muito verde e desconcentrado ainda. Me lembrou o Marquito meu sobrinho. Na hora da foto ele sumiu. Depois eu o pego de jeito já que vamos contracenar.


O mesmo lugar, a mesma, somente que dessa vez lembrei de entrar na foto. Qualquer atividade do Shalom tem que ter a hora da merenda!

Esta é a Yara que está se revelando uma grande Diretora de Arte. Ela é cheia de talentos, canta e dança, é magrinha e ágil e tem sido a responsável pela tradução - em ir atrás de nativos que fizessem a tradução das falas e das músicas - e de acompanhar no estúdio a gravação das vozes com os textos em árabe já que ninguém teria condições de atuar em árabe competentemente. Uma coisa é ser simples e ter fé e fazer o melhor que se consegue, outra coisa é fazer papel ridículo e levar as coisas de Deus a serem desacreditadas. Ela tem dado um show de oferta de todos os talentos que tem para que o Senhor os multiplique e alimente a muitos. Valeu Yara! Essa é uma exclamação que ela gosta de usar...


As írias a postos com Jesus atrás, para o começo do ensaio. A concentração é total! Bendito seja Deus! Ainda precisa de muito ensaio...

Falando nele, é neste ritmo que temos vivido, para além de nossas atividades normais de trabalho e oração. Claro que os apostolados estão suspensos e todo tempo livre e os extras possíveis giram em torno do Halleluya, dos ensaios e de correr atrás do que precisa ainda ser feito para tudo acontecer. São tantas pequenas batalhas, são tantas necessidades e o tempo mantém seu ritmo constante que nos parece veloz demais... mas cremos que vai dar certo. Tem muita gente rezando e a oração sempre fortalece quem a recebe.

Sinto aos poucos o efeito benéfico da homeopatia mesmo que ainda haja muita instabilidade no meu ânimo, como ondas que sobem e descem. Nos dias de subida porém, tenho tido boas idéias para melhor trabalhar e enfrentar as misérias de cada dia. Por esta frase dá para perceber que a maré hoje está baixa. Mais ou menos...

Sábado tivemos um evento importante em Ibillin, cidade ao norte da Galiléia onde o nosso bispo Elias Chacour viveu como pároco por 38 anos e fundou o grande complexo de educação chamado MEEI (Mar Elias Educational Institutions). Este evento reuniu as autoridades católicas dos três ritos mas representativos da Terra Santa, melquita, latino e maronita para um dia de solidariedade para os cristãos do Irque que praticamente não existem mais, foram dizimados. Como os cristãos têm sofrido perseguição!

O evento começou com a Eucaristia em rito maronita, seguida de uma sessão de pronunciamentos de apoio e de denúncia, como um grito de socorro para o mundo, para que os cristãos sejam protegidos e respeitados no Iraque. Eles valem mais que todas as baleias e golfinhos e animais em processo de extinção! Foi feita uma coleta entre todas as paróquias melquitas na semana anterior, como também no dia, e foram arrecadados aproximadamente 40 mil dólares a serem enviados pelo Vaticano às autoridades e comunidades católicas, o pequeno, assustado e mirrado rebanho sobrevivente.

Somos um corpo, o Corpo do Senhor, e esta parte do corpo está sofrendo assustadoramente...

2 comentários:

Valéria Morais disse...

Querida Elena

Mudou o Layout do Blog?
Ficou bem diferente!
Abraços

Anônimo disse...

Oi Elena!

Que bom que sempre que você pode nos mantem informados. Deus abençoe todos da missão!!

Shalom!!!
Raiane