quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Morte em Bagdah


Estes são os dois jovens padres da Igreja Católica Síria, mortos no dia 31 em Bagadah após o ataque terrorista muçulmano acontecido no domingo na Igreja de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Era manhã e havia por volta de 120 pessoas participando da Eucaristia quando os terroristas invadiram a igreja. Um sacerdote foi assassinado no mesmo instante e as outras vítimas, totalizando 58, morreram após a chegada e tentativa da polícia de salvar os reféns. Há muitos feridos.

Toda a Igreja em Israel e no Oriente está se manifestando com profundo pesar e indignação pela covardia do ataque que mais parece uma provocação e não representa a mentalidade de grande número de muçulmanos.

O patriarcado latino se manifestou oficialmente, e transcrevo abaixo o texto enviado para o Patriarca Sírio e para todos os católicos e cristãos do Iraque. 

O clima em Israel permanece o mesmo, de vida tranquila, mas há muito sofrimento pelo sofrimento da Igrea iraquiana. No Egito há muita tensão e medo de que haja mais violência contra os católicos coptas que são grande força no país. Por conta deste ataque, Moysés Azevedo, Fundador da Comunidade Shalom que vem para Israel na semana que vem em visita 'fraterna e apostólica' desistiu de ir ao Egito como estava nos planos, após participar da reunião da Fraternidade das Comunidades Novas, que aconteceu em Roma no último fim de semana, e vem direto para a Terra Santa.

Segue abaixo a carta do Patriarcado latino. Este poster acima corre na Igreja em Israel e cita as bem-aventuranças, e aqueles que sofrem pela paz e pela justiça. Peço que todos se lembrem de rezar pelas vítimas - mártires - que morrem por serem católicos, especialmente amanhã, dia 5, e peçam pela paz em Israel e no Oriente.

"The Latin Patriarchate of Jerusalem unites its voice to those of Pope Benedict XVI, Christian and Muslim religious leaders in the Holy Land and all people of good will in Israel, Palestine and Jordan in order to strongly condemn the massacre that struck the Syrian Catholic community of Baghdad, while its faithful were attending Sunday mass. The terrorists responsible for this act do not represent the face of the Islam we have lived with for the past centuries.

We draw again attention to the message of the Synod for the Middle East with regard to the urgency of inter-religious dialogue, which, with the help of God, might lead to a civilization of life and thus save humanity from a clash of religions and cultures.

The Latin Patriarchate presents its sincere condolences to the Iraqi people and in particular to the Syrian Catholic Patriarch, His Beatitude Ignatius Joseph III Younan,, to the bishops of Iraq and to the entire Syrian Catholic community, that of Iraq and that of Jerusalem.

Our prayers accompany the victims and their families. May the Lord grant security and fraternity to the Iraqi people."

Um comentário:

Marcelo Man disse...

Me uno aos meus irmãos em oração, e peço a Deus que venha em favor dos que sofrem e padecem!
Continue, pois suas partilhas nos edificam profundamente.
Shalom!