sábado, 19 de fevereiro de 2011

Graças e Desafios

Bendito seja Deus! Que semana cheia: um ano do acidente celebrado no dia 13-14 sem qualquer novidade ainda pois o processo continua, e tudo está nas mãos Daquele onde a dor vira amor; Velentine's Day tendo eu recebido um grande mimo do Senhor neste dia, festa dos namorados e dos amigos mais chegados, pelo menos é este espírito que move a festa nos EUA; cortei o cabelo mas não curtinho, somente uns quatro dedos, repicando-o para dar mais força; fiz os exames de sangue e o raio x pedidos pelo médico oncologista que me acompanha anualmente, resultados só na semana que vem; continuei acompanhando a onda de manifestações populares nesta parte do mundo em busca de mais democracia e liberdade, sem perceber qualquer mudança nos ares cotidianos em Israel, somente continuamos rezando pelo milagre da paz que verdadeiramente é dom de Deus construído por nossas mãos, mas originado Nele, e para isso trabalhamos na evangelização um a um, pessoa a pessoa, coração a coração; cheguei ao capítulo quatro da versão para o inglês dos Estatutos, para este fato mais um bendito seja Deus pois tenho mais oito dias para terminar tudo, ou seja mais setenta parágrafos, mas vai dar certo com a graça do Senhor; consegui fazer uma limpezinha na casa nas áreas comuns a mim confiadas; participei de um dia do planejamento estratégico da missão, e amanhã tem mais pois só nos resta os domingos para as atividades extras e importanta, isso sem contar que trabalhei normalmente todos os dias; com o desconto que me deram nos exames, dedo da providência divina, comprei um par de sapatos lindinho, ontem, com a Viviane pois conseguimos carona de ida e volta. Será que conto mais? Continuo indo para as aulas de hebraico três vezes por semana sem no entanto conseguir estudar em casa para repassar a matéria como é necessário, mas estou me organizando para dar um jeito de estudar um pouquinho em casa também. No meio desta agenda apertada vivi meu tempo de oração bem regularmente o que não deixa de ser outra grande graça, grande e maravilhosa graça. Só por causa disso é que meus emails pessoais para os amigos, família e irmãos andam tão parados e o blog acaba sendo deixado para depois, mesmo que mentalmente eu escreva e partilhe todos os dias. Mas o principal eu tenho feito que é estar na presença do Senhor na oração com Sua Palavra, me preparando para o dia e para o cume do dia que é a Eucarista, bebendo do mistério que joga luz e cor, sentido e vida a todas as coisas, principalmente ao que representa sacrifício na vida missionária e o aprendizado de viver tudo realmente, relacionamentos e fatos, com o coração cheio de amor. Minha vida é muito boa e tranquila são outros missionários os que sofrem. Sinto falta sem dúvida e creio que esta seja de fato uma oferta, de ver meus sobrinhos crescerem e meus irmãos envelhecerem comigo, como também a mamãe, participando de perto da vida deles e também da vida dos amigos, dos irmãos da Comunidade... Mas no mistério da experiência radical da missionariedade há a força e a realidade da vida de oração que me aproxima das pessoas no Amor que ultrapassa tempo e espaço, que perde na exterioridade e no kronos, no calendário, mas ganha na essência, na intensidade, no dar ao outro a certeza de que ele é importante e amado mesmo quando não é visto semana após semana. Na eternidade este balanço se fará ver e não dá para esquecer que é a eternidade que nos espera, me espera, onde a plenitude da presença de Deus, face a face, amor com Amor, intimidade, comunhão, plenitude, o abraço sem fim no Amigo, no Esposo, no Senhor, é o que me espera e Nele toda a Humanidade redimida... O Céu deve ser fantástico! 

Preciso voltar à terra e lavar roupa e me arrumar pois hoje é dia de convivência na Pastoral Hebraica e temos que ir mais cedo para ajudar a fazer o almoço e eu, fazer um atento exercício de listening, de habilidade de escuta para ver o quanto já consigo decifrar de palavras e expressões no hebraico... é muito lento o processo de aprendizado quando se tem 50, meu Deus! É um verdadeiro sacrifício constante de insegurança e de superação da insegurança. Quero contar com a graça do Senhor para ter perseverança até a hora do clic interior que eu sei que acontece, como professora de línguas que sou. Penso que com o esforço de aprender e assimilar o hebraico, pelo menos um pouco, estou sendo protegida de ter Alzheimer pois o meu cérebro tem sido desafiadíssimo, Baruh Hashem, ou seja, graças a Deus!

Beijos e paz! Santo e feliz fim de semana! A minha intenção é escrever novamente amanhã! Que nada nos impeça de amar sempre a Deus e servi-lo onde estivermos, amando quem Ele ama. Shalom!

2 comentários:

Anônimo disse...

Mas é muito linda essa minha irmã, por dentro, e por fora (de cabelo cortado - é eu reparei rs). Missionariedade! Louvado seja Deus! Continue, firme e corajosa e trabalhadora também. Beijos

Cathy disse...

Please may I see a photo of the new Elena with her haircut. Blessings special friend. I have almost finished CH 3 and hope to find some time tomorrow to continue.